NEWSLETTER

MARTA HUGON

A sua prioridade é a empatia musical com o grupo. Dotada de um sólido conhecimento da tradição do jazz - ensinou na escola do HotClube, tendo também sido solista da Big Band - Marta Hugon manifesta uma constante necessidade de se reinventar musicalmente e de acompanhar o espírito dos tempos.

Estas várias vertentes resultaram num percurso sólido de constante evolução: no seu primeiro disco, Tender Trap, Marta Hugon interpretou os standards na sua forma mais pura e honesta. No segundo, Story Teller, mostrou maior ousadia na selecção e na interpretação dos temas e dos arranjos. Em A Different Time decidiu avançar para um repertório de música original, em que funde na perfeição a sua forte personalidade musical com a do grupo de músicos que a acompanha há vários anos e foi a primeira vez em que a cantora recorre a arranjos orquestrais, da autoria de Filipe Melo.

O seu novo disco,"Bittersweet", foi escrito em parceria com Filipe Melo e produzido por Nelson Carvalho, e conta diversos convidados como Samuel Úria e João Só. O álbum será apresentado num concerto de lançamento no Centro Cultural de Belém a 2 de Junho de 2016 e será editado no dia seguinte pela Sony Music Portugal.

AGENDA